Metonímia – Figura de Linguagem – Exemplos – O que é?

Uma metonímia consiste em empregar um termo no lugar de outro, havendo entre ambos estreita afinidade ou relação de sentido.

Metonímia é uma figura de linguagem que surge da necessidade do falante ou escritor dar mais ênfase à comunicação.

Na metonímia, um termo substitui outro não porque a nossa sensibilidade estabeleça uma relação de semelhança entre os elementos que esses termos designam (caso da metáfora), mas porque existe, de fato, uma relação de contiguidade entre o sentido de um termo e o sentido do termo que o substitui.

Exemplos

Geralmente a substituições ocorrem desdes modos:

  • O autor pela obra: ler Oswald de Andrade.
  • A causa pelo efeito, ou vice-versa: viver do trabalho.
  • O inventor pelo invento: comprar um Ford.
  • O concreto pelo abstrato, ou vice-versa: ter ótima cabeça (inteligência).
  • Parte pelo todo, ou vice versa: “Enormes chaminés dominam os bairros operários” (‘chaminés’ por ‘fábricas’)
  • O gênero pela espécie: a estação das rosas.
  • O singular pelo plural: as chuvas chegaram.
  • O determinado pelo indeterminado: fazer um milhão de perguntas.
  • O indivíduo pela classe: ser o Bill Gates da turma.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário e vote nas estrelinhas para avaliar!

Metonímia – Figura de Linguagem – Exemplos – O que é?
5 (100%) 2 votos

Comentários

Deixe um comentário!

Comente

Sidebar