03/11/2011
Museu da Língua Portuguesa promove evento em comemoração ao Mês da Consciência Negra

  Em comemoração ao Mês da Consciência Negra, o Museu da Língua Portuguesa, instituição do Governo do Estado de São Paulo, promove na quinta-feira, 3 de novembro, das 13h às 16h, a oficina TRANÇAS DO VERBO – uma história da palavra afro-brasileira. A coordenação é de Allan da Rosa. As inscrições podem ser feita por telefone: (11) 3326-0775.


 


  TRANÇAS DO VERBO - Uma história da palavra afro-brasileira tem por objetivo aprimorar o conhecimento dos alunos sobre as expressões verbais de matriz afro-brasileira e desenvolver a sensibilidade sobre as relações entre fala e escrita, voz e página, corpo e papel, poética e política. Também,é objetivo da atividade trabalhar a compreensão da pujança verbal afro-brasileira; a introdução de uma percepção da variedade de estilos e temáticas fortes na expressão literária negra e o entendimento de seus vínculos com a diáspora africana e suas problemáticas em relação ao mercado editorial brasileiro.


 


  Durante os primeiros 25 minutos serão apresentados aos alunos os fundamentos verbais de matriz afro (bantu, ioruba, malinke, fula, jeje); a inserção e transformação desses falares e cantares na sociedade brasileira; A audição de textos vívidos nas comunidades afro-brasileiras; a problematização das características pertinentes às culturas de expressão oral e de temas marcantes na expressão verbal negra brasileira.


 


  Após essa introdução ,a oficina passará à apreciação das dimensões específicas da palavra negra e de sua circulação pelos universos dos encontros pessoais, através das esferas corporais e também pelos âmbitos analógicos, eletrônicos e virtuais. Em seguida, haverá leitura individual de textos escritos por canetas negras.


 


  Por fim, haverá a criação de textos e confecção de livros artesanais, em ação reflexiva sobre produção literária, edição, diagramação, ilustração e circulação da palavra afro-brasileira. Ao final, cada grupo apresentará seu trabalho.


 


Allan da Rosa


 


  É escritor, historiador e arte-educador. Organiza cursos independentes de cultura negra nas periferias paulistanas e fundou o selo Edições Toró, que publica vários livros de autores dos movimentos periféricos. Alguns de seus são "Vão", "Morada" e "Zagaia".


 


 


Oficina TRANÇAS DO VERBO - Uma história da palavra afro-brasileira


Dia 3 de novembro das 13h às 16h


Entrada franca Museu da Língua Portuguesa


Praça da Luz, s/nº, Centro


Inscrições:Tel.: (11) 3326-0775


VAGAS: 25


  Indique a um amigo



Museu da Língua Portuguesa | Estação da Luz | Centro - São Paulo - SP
(11) 3322-0080
museu@museulp.org.br